Quase 500 pedras de crack são apreendidas durante operação da Polícia Civil

09/07/2018 11h21

A equipe do Departamento Especializado de Narcóticos (Denarc) realizou uma operação, nessa quinta-feira (17), que resultou na prisão de uma estudante de direito e na apreensão de dois adolescentes. Durante a ação policial foram apreendidas 471 pedras de crack, além de cocaína, maconha, munições e materiais utilizados na preparação das drogas. A operação contou com o apoio da Delegacia Especializada em Acidentes de Trabalho (Deat), do Núcleo de Repressão às Organizações Criminosas (Nuroc) e da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Segundo o responsável pelo Denarc, delegado Fabrício Dutra, a ação policial faz parte da Operação Saturação, desempenhada por diversas delegacias do Estado e voltada ao combate a drogas. “Nós nos dividimos em duas equipes, uma se dirigiu ao bairro Campina Grande, em Cariacica, e outra foi para Divino Espírito Santo, em Vila Velha. A primeira desarticulou um laboratório de drogas que funcionava em uma casa. Lá foram encontradas 143 pedras de crack, 97 pinos de cocaína, dois cartuchos de munição calibre .38, uma balança de precisão e quatro porções de uma substância utilizada no preparo de drogas. O local estava vazio e nenhuma pessoa foi presa. A outra equipe foi até Vila Velha apurar uma informação dada por meio do Disque-denúncia (181). No local informado, foram detidos dois menores de idade e uma estudante de direito de 20 anos. Com eles foram encontrados cerca de 328 pedras de crack e dois mil reais em dinheiro”, explicou.

Fabrício Dutra ainda contou que o adolescente de 17 anos possuía oito passagens pela polícia por tráfico de drogas e o de 16 anos contava com três passagens pelo mesmo crime. “A jovem de classe médica, R.V., possui cinco passagens pela polícia. Uma delas inclusive esse ano, por agredir uma policial na 2ª Delegacia Regional de Vila Velha”, contou.

R.V. foi encaminhada ao Centro de Triagem de Viana (CTV) e os menores foram entregues aos familiares.

Vide: